Travessias 3

22 de agosto de 2014

admin

Destaques

0

Foto: Luiz Baltar / Imagens do Povo

Foto: Luiz Baltar / Imagens do Povo

Neste sábado, dia 23, acontece a abertura da terceira edição do Travessias – arte contemporânea na Maré, projeto realizado pelo Observatório de Favelas e pela produtora Automática. Neste ano, o Imagens do Povo é um dos artistas convidados para integrarem a mostra. Com curadoria do artista plástico carioca Daniel Senise, o Travessias 3 reunirá trabalhos inéditos e de acervo dos artistas Barrão, Dora Longo Bahia, Sandra Kogut, Mauro Restife, Jonathas de Andrade, Cao Guimarães e Luiz Zerbini.

O Imagens do Povo apresentará três projeções fotográficas inéditas, além da participação da obra coletiva Miolo, através do trabalho Falatório, com o qual percorremos 5 favelas da Maré recolhendo depoimentos livres de moradores.

Falatório no Morro do Timbau. Foto: Monara Barreto / Imagens do Povo

Falatório no Morro do Timbau. Foto: Monara Barreto / Imagens do Povo

Breve histórico sobre o Travessias

Em 2011, a iniciativa surgiu com a primeira edição da exposição Travessias, reunindo 16 artistas plásticos e um coletivo.

No ano seguinte, foi promovida a experiência LABE, plataforma que estimulou debates sobre espaço urbano, arte contemporânea e cultura digital e, em 2013, a segunda exposição Travessias 2 ocupou o Galpão Bela Maré, com a participação de 10 artistas, lançando um olhar mais profundo sobre o complexo de favelas da região e ampliando o mapa da arte contemporânea nacional.

Travessias 3 tem a parceria da Redes de Desenvolvimento da Maré e os patrocínios da Petrobras, via Lei Estadual de Cultura (ICMS), e da Prefeitura do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura por meio do Edital Pró-Artes Visuais.

O envolvimento comunitário no processo aumentou espontaneamente ao longo dos anos e o projeto é muito mais do que contemplativo. O engajamento do público se dá por meio de ações do educativo e de reflexões e debates suscitados em uma programação paralela de encontros e oficinas. Tudo isso reunido no Galpão Bela Maré é uma oportunidade para o Rio de Janeiro acolher seus espaços, e da Maré dialogar, estranhar e criar novos significados ao mirar e se deixar tocar por seu edifício industrial-decadente artístico e toda a arte que lhe ocupa os espaços.

Para fazer esta travessia é preciso generosidade no olhar e liberdade. Atravessemos.

***

Abertura

Sábado, 23 de agosto, 16h

A partir das 19h

Festa Fayah e convidados [Vadinho Freire, Dj Rd Da Nh, Nego na Batalha, Ronald Sheik e Michel Quebradeira Pura]

Exposição

23 de agosto – 16 de novembro 2014

Terça, quarta, sábado e domingo – das 10hs às 18hs

Quinta e sexta – das 10hs às 20hs

Artistas

Barrão

Cao Guimarães

Dora Longo Bahia

Imagens do Povo

Jonathas de Andrade

Luiz Zerbini

Mauro Restiffe

Sandra Kogut

Organização

Daniel Senise

Galpão Bela Maré

Rua Bittencourt Sampaio, 169, Maré.

Entre as passarelas 9 e 10 da Av. Brasil

Post by admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *